sns-container
SNS-Print

Metade dos médicos de família necessários em Sintra assegurados até setembro. Novos centros beneficiarão 135 mil cidadãos.

O Ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, anunciou que, até ao final do verão, serão colocados 19 novos médicos de família em Sintra, o que equivale a metade das necessidades do concelho, com cerca de 378 mil habitantes. “Cobre-se, assim, metade do défice de médicos de família em Sintra”, afirmou o Ministro, acrescentando: “Daqui a um ano, vamos colocar os restantes profissionais que faltam”.

Adalberto Campos Fernandes referiu ainda: “No verão de 2017, poderemos declarar Sintra como um concelho livre da ausência de médicos de família”.

Estas declarações foram feitas na assinatura dos contratos-programa para a construção de três novas unidades de saúde neste concelho.

Novos centros vão beneficiar 135 mil cidadãos

Com esta obra, Sintra terá novos centros em Agualva, Algueirão-Mem Martins e Queluz, para além de uma unidade de pedopsiquiatria do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca, EPE .

No total, esta empreitada representa um investimento de 6,5 milhões de euros, servindo cerca de 135 mil pessoas. “Não estamos a fazer nada de especial. Estamos a fazer a nossa obrigação, com enorme sentido de responsabilidade. O tempo perdido está perdido e vamos é falar no que se está a fazer e para fazer”, afirmou também o Ministro.

Adalberto Campos Fernandes concluiu: “Seguramente, ainda este ano, haverá um impulso significativo na criação de novas unidades de saúde familiar em todo o País”.

 

Voltar

Últimas Notícias

Discurso da Ministra da Saúde na apresentação da Lei de Bases.
14/12/2018
Ministra da Saúde presidiu à cerimónia de assinatura de protocolo.
14/12/2018
SES visita, dia 17 de dezembro, Mondim de Basto e Vale de Cambra.
14/12/2018