sns-container
SNS-Print

IPSS que fornecem refeições saudáveis a pessoas da cidade distinguidas.

A Câmara de Lisboa entrega na quarta-feira 19 «selos saudáveis» a instituições que fornecem refeições saudáveis a 4.500 pessoas na cidade, com 10 entidades a repetir a distinção e nove a entrar no projeto, foi hoje anunciado pelo gabinete do vereador dos Direitos Sociais, Manuel Grilo.

O «selo saudável» pretende incentivar, através de uma distinção pública, as instituições que implementem um conjunto de normas, garantindo o cumprimento de requisitos para uma alimentação mais equilibrada tendo como base o padrão alimentar mediterrânico.

Selo saudável

Lançado em 2016, este projeto inovador resulta da parceria entre a Câmara Municipal de Lisboa e o Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável, da Direção-Geral da Saúde (DGS), e visa melhorar a qualidade alimentar dos lisboetas.

A iniciativa pretende incentivar, através de uma distinção pública, as instituições de Lisboa sem fins lucrativos (IPSS) que implementem um conjunto de orientações alimentares, garantindo o cumprimento de requisitos para uma alimentação mais saudável.

Pretende-se que todas as IPSS, associações, cooperativas, com atividade em Lisboa e que tenham confeção própria de refeições possam aderir ao projeto, sendo os principais beneficiários o órgão de gestão do equipamento, os manipuladores das refeições e toda a comunidade que utilize o refeitório.

Voltar

Últimas Notícias

40% dos municípios já dão respostas de saúde oral.
15/11/2019
Comunicado da ARS Lisboa e Vale do Tejo.
15/11/2019
Cerca de 80% dos ACES já dispõem de consultas de saúde oral  
15/11/2019